sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Ritmada!

Não me olhes assim... o teu olhar é o gatilho que faz disparar todos os alarmes que despertam o desejo, que faz o meu corpo reunir as armas que o deixam pronto para as batalhas que os teus olhos deixam adivinhar... não me olhes assim, porque o meu coração descompassa violentamente numa Drumming Song que marcaria o ritmo das danças que os nossos corpos sincronizados não poderão nunca concretizar...

4 comentários: